Responsive image


"Aprender um idioma é potencializar o melhor de si!"
Marcos Daniel


Idioma eficiente

Apreender inglês rápido é possível?

A resposta é SIM. E isso vale para qualquer idioma.

Não é segredo para ninguém que saber uma língua é importante para a vida profissional, mas você sabia que ao fazer isso a sua visão de mundo pode se tornar mais inteligente? Ah, e aprender idiomas não é ficar decorando gramática, muito menos ignorá-la.

Aqui na escola de idiomas LETRAS.BR trabalhamos o que é relevante para uma base sólida, rápida e eficiente, para, então, expandir para outros elementos da linguagem.


Importância e dificuldades com o inglês

Falaremos do inglês, porque é a língua de maior relevância na Era da Informação, mas o texto que segue também é válido para outros idiomas.

Os constantes avanços tecnológicos e a integração internacional favorecida pela internet fizeram com que o inglês se tornasse o idioma mais frequentemente utilizado em ambientes como congressos, feiras, treinamentos, artigos científicos, viagens, séries de TV, filmes, canais do Youtube, músicas, manuais técnicos, entre tantos outros.

As estatísticas abaixo, sobre a diferença do uso dos idiomas em sites, não deixam dúvidas sobre a importância do inglês na interação com o mundo.

Fonte: w3techs.com/ (Dez/2017)




Treinamentos

Estudo, estudo... e parece que não sei nada!

Antes de esclarecer como é o nosso trabalho, é importante entender a situação do ensino no Brasil.

É fato notório que, de forma bem difundida, a qualidade do ensino fundamental e médio no Brasil está entre os piores do mundo. Os resultados referentes a 2015 do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA), aplicado a cada triênio, indicam que, de 70 países avaliados, o Brasil está situado bem abaixo da média: em matemática (posição 63), em leitura (posição 59) e em ciências (posição 63).Clique nos links se quiser seguir as referências em outra página.

Com os idiomas não é diferente, já que a taxa de aprendizado efetivo é muito baixa. Por exemplo,“tenho inglês de escola” é algo bem frequente de se escutar durante conversas de assessoria inicial, ao apresentar nosso trabalho de treinamento na LETRAS.BR. Nesses casos, o que isso indica é que se estudou por vários anos, desde o ensino infantil, muitas vezes, até o médio, e, na grande maioria das vezes, não se consegue sustentar uma conversa no idioma por alguns minutos sequer. Isso é grave e mostra a ineficiência dos métodos comuns de ensino e a displicência do aprendiz.

Quantos de vocês, leitores, estudam por vários anos, “terminam” diversos livros ou até cursos completos em algumas escolas, mas ainda assim não falam inglês direito. Como é possível ser tão ineficiente? Onde está o problema?

O fato é que não há só um problema. Entre eles estão os métodos milagrosos do mercado. Muitos dos quais são péssimos para se aprender, mas ótimos para as vendas de novas matrículas. Para essas pessoas, você é só um número.

Em um desses momentos maravilhosos que a internet proporciona, vindo de um professor com mais de um milhão de seguidores, havia um depoimento, o primeiro, dizendo que o aluno tinha saído do zero e chegado ao avançado em seis (sic!) meses fazendo seu curso. Seis! E o professor o parabenizou e reforçou o comentário sobre como isso é possível, que ele era um exemplo etc. Não caia nessas armadilhas, são vitrines de ilusões.

Outro problema é a falta de capacidade crítica e de responsabilidade por parte do aluno. É necessário reconhecer as dificuldades e trabalhar para deixá-las para trás. Já dizia, Sócrates, o filósofo, “só sei que nada sei”. Reconhecer isso é um passo importante na direção da superação dos próprios limites, diante de tanto conteúdo cultural disponível.

Entenda que um aprendizado efetivo depende de saber o quê, quando e como estudar. A informação de pouco adianta se não é compreendida, se não é transformada em conhecimento e, para isso, é preciso uma boa orientação.

Outro fator que dificulta a aprendizagem, em todas as áreas, são os profissionais/escolas, digamos, de qualidade duvidosa. Desses não há muito o que se dizer. Fuja deles! E você pode estar se perguntando “mas como identificar essa situação?” Cada caso é um caso, mas se há ofertas milagrosas de aprendizagem, isso é um indício para se ir na direção oposta.

Seguimos destacando algumas estatísticas do resultado do trabalho ineficaz das escolas de idiomas no Brasil. O fato é que o fracasso se estende a boa parte do sistema educacional, em todas as áreas. E, para piorar, um idioma é a chave para interagir com outros mercados, além de poder ter impactos negativos bem mais notáveis.

Clique nos links se quiser seguir as referências em outra página. Há outras, mas estes já deixam claro o panorama do cenário de idiomas no Brasil:

  • Perda/adiamento de oportunidades de condições melhores de emprego ou estudo:
  • Posicão do Brasil em proficiência inglesa no mundo:
  • Veja com mais detalhes na imagem retirada do site da EF, responsável pelos dados.

    [Legenda] Proficiência: muito baixo (laranja), amarelo (baixo), cinza (moderado), verde (alto), azul (muito alto)

    Nosso trabalho

    Feito esse panorama de elementos da educação no Brasil, no que nos diz respeito, os serviços prestados através da escola LETRAS.BR são personalizados e estão disponíveis nas modalidades individual ou em pequenos grupos.

    Com experiência no ensino de quase duas décadas (desde 1999), o treinamento é desenvolvido com suas bases fundamentadas em múltiplas áreas do conhecimento, principalmente, nas Neurociências, na Psicologia, nos Estudos Culturais, na Argumentação e na Literatura.

    Sabemos que a internet está repleta de conteúdo, bons e ruins. Utilizamos essa ferramenta como suporte para o nosso curso, discutindo questões relevantes para a vida em sociedade como perspectivas culturais, opinião, respeito, ética, ciência, presente, passado, futuro, entre outros. Para tanto, fornecemos um instrumental de argumentação para melhorar a dinâmica da fala e tornar os argumentos mais claros, bem como outras práticas incorporadas à nossa metodologia.

    Tendo isso em vista, a metodologia aplicada no ensino na LETRAS.BR é adaptada às necessidades apresentadas no processo de aprendizagem individuais, mesmo estando em grupo, tendo seu foco voltado para a assimilação do conhecimento de forma mais efetiva e aquisição de habilidades desejáveis no trato social.

    Essa configuração de trabalho é resultado da combinação de anos de experiência de ensino, a fundamentação em estudos científicos e diversas experiências aplicadas para desenvolver a metodologia personalizada atual, observando-se a competência comunicacional como objetivo. Nesse sentido, a forma como o trabalho é conduzido afasta-se dos sistemas tradicionais de ensino de idiomas, configurando-se como um treinamento.

    Para finalizar, costumo dizer que “aprender um idioma é potencializar o melhor de si”. Um idioma lhe abre muitas portas, para dentro e para fora de si. Todos podem ver o que está além dessas barreiras, basta querer e se comprometer com a mudança interna. Nós sabemos como te ajudar nesse processo.

    Diversos alunos encontraram a solução para o aprendizado de idiomas de forma eficiente e rápida com a nossa metodologia. Alguns vivenciaram viajens a lazer e a trabalho pelo mundo após aperfeiçoarem/começarem do zero a apreender idiomas conosco. Distância ou horários não são empecilhos. Trabalhamos com aulas presenciais e online, inclusive com alunos de fora do Brasil. Diga-nos qual a sua necessidade que encontraremos uma solução acessível para você.

    Venha conhecer o trabalho! Agende um horário para uma visita sem compromisso.




    Direção pedagógica

    Durante o período da Graduação foi feita a opção pela formação complementar* em Psicologia. As disciplinas cursadas foram: Psicologia da Educação e Problemas de Aprendizagem, Psicologia da Personalidade, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologogia Social e Psicanálise. Além disso, durante a Graduação e Pós-Graduação houve participação em diversos minicursos em Neurociências e Análise do Discurso.
    *Uso de disciplinas optativas em outros cursos da faculdade.